Internet: Rede de Perigo

O drama da família da adolescente G.H, de 13 anos, moradora de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba (PR), mais uma vez deixou claro os riscos que as pessoas correm na internet. A garota passou 6 dias desaparecida depois de fugir de casa para encontrar Douglas, de 19 anos, que conheceu na rede.
Em Salvador, duas famílias viveram a mesma angústia, mas com final trágico. Janaína de 16, e Gabriela, de 13, eram amigas e gostavam de conversar com desconhecidos pela internet. As duas fugiram de casa para encontrar homens que conheceram em um site de relacionamentos. Pouco dias depois, os corpos das meninas foram achados decapitados.
Em dez anos de profissão, o perito digital Wanderson Castilho já solucionou cerca de 650 crimes cibernéticos, entre eles 70 casos de aliciamento de crianças e adolescentes, e dá dicas para proteger os jovens de criminosos online. "Os pais devem dar regras claras quando o assunto é internet. Instalar um software de monitoramento no computador usado pelos filhos é uma boa opção. Computador no quarto, nunca. O computador deve estar na sala ou em outro local público de casa, com o monitor visível", ensina.
Um estudo sobre o comportamento dos jovens brasileiros na internet, realizado pela fabricante de antivírus McAfee, aponta que 83% dos adolescentes trocam informações pessoais com desconhecidos em redes sociais ou na troca de mensagens instantâneas. Entre os jovens que participaram do estudo, todos om idades entre 13 anos e 17 anos, 63% costumam entrar em chats para conversar com conhecidos e 31% deles admitiram usar as salas de bate papo para contato com desconhecidos. Segundo o especialista em segurança virtual Ivo Machado, diretor de operações da In2Sec, os jovens dão sinais quando fazem algo errado na internet. "Os pais devem ficar de olho quando os os filhos só querem usar a internet isoladamente, e escondem as janelas quando alguém se aproxima". Outras atitudes, segundo Machado, são indícios de perigo: quando os filhos passam a receber recados de pessoas que não fazem parte do círculo de relacionamento ou se recusam a conversar sobre suas ações.
Fonte do Jornal Folha Universal
Texto de Talita Boros
talita.boros@folhauniversal.com.br
 
 
Como proibir os sites pornôs:
Veja como cortar acesso a estes endereços no seu PC.
A maioria pode até negar, mas os sites pornôs são, sim, uma das maiores "diversões" da internet. Mas nem todo mundo aprova este hábito virtual.
Na Inglaterra, uma ONG propôs que as empresas que fornecem acesso á web no país não permitam qualquer navegação pornográfica. Para liberar o filtro, o usuário precisaria falar diretamente com os provedores.
 
 
Proteja seu PC:
Por enquanto, esta discussão só rola na Europa. Mas você também pode regular o acesso á pornografia no seu computador. A medida ajuda a evitar vírus e a controlar as crianças. Uma boa opção são os programas que fazem bloqueio por palavras-chaves, como o gratuito Interapp Control. É só baixar e escolher os termos proibidos, como sexo, pornografia ou outros.
O programa impede o acesso a páginas que tenham as palavras bloqueadas no título ou endereço. Dá até para regular os horários de funcionamento. Ou seja: os filhos ficam protegidos.
Para instalar gratuitamente.  clique aqui 
Compartilhe esse post com seus amigos



Clique aqui e escolha a sua no Site TonyGifsJavas.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...