Mágoa é Possível Perdoar

"Guardar ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra." A frase do poeta e dramaturgo inglês William Shakespeare reproduz exatamente o efeito desse sentimento negativo, que é alimentado pelas más lembranças e que provoca até reflexos na saúde. Pessoas ressentidas comumente sofrem de gastrite nervosa, úlcera e tem mesmo mais disposição para desenvolver o câncer. Compromete a auto estima e prende permanentemente a pessoa no papel de vítima, impedindo a superação do problema. Além disso, estudos recentes mostram o impacto de sentimentos negativos, como a mágoa e o rancor, no sistema cardíaco.

A psicanalista Lindalva Moraes explica que a pessoa ressentida sente necessidade de alimentar a dor, fortalecendo a posição de injustiçada, e confirma que esses sentimentos negativos podem acabar influenciando numa piora da saúde, colaborando para o aparecimento de sintomas físicos e até de doenças graves, como o câncer. "Isso só começa a mudar quando a pessoa passa a analisar a situação, tentando entender se teve alguma culpa naquilo que aconteceu. O questionamento é o primeiro passo, depois é tentar abstrair o sentimento negativo", diz.

Segundo o professor de psicologia Júlio Rique Neto, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), existem diversas formas de controlar a mágoa, mas somente o perdão é capaz de fazer as pessoas realmente superarem esses anseios. "Mesmo aquelas que têm o sentimento de vingança, não se sentem melhor depois que quem lhes fez mal paga por isso. O ressentimento não passa", explica. "Se existe alguém que conseguiu superar uma situação de traição sem perdoar, não conheço, nunca passou pelo meu consultório ou respondeu ás minhas pesquisas", enfatiza o pesquisador, que desenvolve estudos sobre o desenvolvimento sociomoral e o perdão.

A estudante de nutrição Jéssica da Silva, de 19 anos, conseguiu aliviar a mágoa perdoando o namorado. Quando era mais jovem se relacionou com um homem mais velho que a magoou intensamente. O namorado pediu perdão, conseguiu reconquistar o coração da jovem e hoje os dois estão juntos há mais de 1 ano. "Quando a pessoa mostra arrependimento verdadeiro, a gente consegue perdoar. O perdão também faz bem para quem está sofrendo. É um recomeço. E nós dois conseguimos superar a situação", conta.

O Forgiveness Institute (Instituto do Perdão) da Universidade de Wisconsin, nos Estados Unidos, se dedica a estudar cientificamente os benefícios do perdão e defende a prática. O psicólogo Robert Enright, uma das autoridades no tema, explica que quando uma pessoa perdoa, ela exerce o aprendizado da virtude moral. "O perdão é como a paciência, bondade, justiça e o respeito. Em todas essas virtudes, não existem pré-requisitos para oferecê-las. A pessoa não precisa ser justa para receber lealdade, por exemplo. E o mesmo funciona para o perdão. Nós podemos oferecê-lo aos outros sempre que desejamos. O perdão é incondicional, assim como a justiça", diz.

O estudo científico sobre o perdão explodiu na última década e pesquisas mostram que as pessoas que perdoam sofrem menos ansiedade e depressão. Segundo Robin, durante recente Reunião Anual da Sociedade de Medicina Comportamental dos Estados Unidos, uma pesquisadora da Duke University Medical Center afirmou que os benefícios do perdão estão relacionados com o aumento da função imunológica em pacientes com o vírus HIV.

Além de dar a sensação de liberdade, como afirma Robin, o ato de desculpar pode fazer muito bem á saúde de quem consegue realizá-lo. Segundo o professor da UFPB, pessoas sofrem de estresse cardíaco após uma grande decepção restauram as funções do coração depois que conseguem perdoar o outro, assim como as que tinham alterações de pressão, retomam o ritmo normal após relevarem o rancor e perdoarem. "O perdão reestabelece o controle emocional e físico do corpo, além de reabilitar a dignidade e o bem-estar da vítima", afirma.

"Descobrimos que as pessoas que foram tratadas injustamente tendem a ter menos energia se não perdoarem. Perdão adiciona vitalidade, acrescenta alegria, e isso tem um efeito positivo no sistema cardiovascular já que a raiva incessante é prejudicial', relaciona o psicólogo Robert Enright. A última pesquisa feita na Universidade de Wisconsin mostra que quem perdoa apresenta um grande crescimento da autoestima e da esperança no futuro. Os resultados serão explicados no próximo livro do estudioso chamado "A Vida Perdoa", que será lançado em breve pela Associação Americana de Psicologia.

No outro lado, para ser verdadeiramente perdoado, primeiramente a pessoa que cometeu a injustiça deve se arrepender do erro que cometeu. "Se queremos o perdão do outro é importante assumir total responsabilidade por aquilo que fizemos, pedir desculpas e tentar fazer as pazes. Mas a decisão de perdoar ou não cabe a outra pessoa", explica Robin. A terapeuta destaca ainda que mesmo quando o pedido de desculpa não é aceito, a pessoa precisa trabalhar o auto perdão, para entender o que a levou a cometer aquele comportamento negativo.

Perdão tem Preço?

A indenização em caso de acidentes e crimes brutais ajuda as famílias das vítimas a recomeçar a vida, mas não ameniza o sentimento de rancor.

Para a iraniana Ameneh Bahrami, a resposta está na ponta da língua: "Meu perdão custa 2 milhões de euros (R$4,6 milhões)", afirmou recentimente ao jornal iraniano "Aeman". "O dinheiro será usado para garantir meu futuro, minha vida", completou. Ameneh ficou cega e teve o rosto desfigurado após ser atacada com ácido em 2002. Ela tinha apenas 24 anos quando sofreu a agressão. caso não receba o dinheiro, ela exige que a justiça do Irã cegue o homem que a deformou.

Ela ficou desfigurada mostra em foto como era seu rosto antes do ataque com ácido. A jovem foi atacada por Majud Movahedi, que era seu colega de faculdade. ele foi condenado pela justiça islânica a ficar cego. O agressor confessou ter atacado a estudante dizendo que estava frustrado por ela não ter aceito seu pedido de casamento.

Mas para o especialista Júlio Rique Neto, que desenvolve pesquisas sobre o tema, o perdão não deve ser confundido com compensação ou retaliação. "Perdoar é abdicar do direito ao ressentimento para nutrir sentimentos e comportamentos positivos, como compaixão, pela pessoa que a ofendeu", explica.


Em 2009, a família do eletricista Jean Charles recebeu uma indenização de 100 mil libras (cerca de R$288 mil na época) em razão da morte do brasileiro pela polícia britânica, que afirmou, por meio de nota, que o caso estava encerrado com o pagamento. Patrícia da Silva Armani, prima de Jean, diz, porém, que a vida do primo valia muito: "Esse tipo de situação não se resolve assim. A ferida não se fecha com dinheiro".
Fonte:  Folha Universal
Texto de Talita Boros

Compartilhe esse post com seus amigos

9 comentários:

  1. Concordo com praticamente tudo que foi dito, mas cá entre nós, é muito fácil falar... será que todo mundo que aconselha pratica?...Acredito que exista o perdão, o esquecimento é bem mais difícil. Acredito também que se pode perdoar o que foi feito aqui, agora o ressentimento e a animosidade que nos acompanha de outras vidas, esse é realmente muito difícil! Ótimo post! Bjão!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Quem não perdoa não pode fazer a vontade do PAI, conforme Jesus Cristo ensinou: "Devemos perdoar 70x7. Por aí você pode ver a importância do perdão para estamos bem com nós mesmo, com o próximo e com DEUS.

    ResponderExcluir
  3. Olá flor, eu acho que a pessoa deve perdoar, mesmo que a pessoa tenha magoado muito, pois a mágoa faz mal como está na reportagem, Deus nos ensina a perdoar, então temos que fazer o que Deus ordena, perdão é a palavra chave para ser feliz nessa vida, mágoa é sentimento ruim que fica dentro da gente e isso não é bom, parabéns pelo post, me sinto muito bem quando venho aqui, Lucimar beijocas.

    ResponderExcluir
  4. uuauu gostei muito do seu blog jaá estou seguindo Graça e paz Ah!conheça o nosso blog http://instrumentosdedeusemmissoes.blogspot.com/
    nós siga se gostar aquele Abrç:)

    ResponderExcluir
  5. Olá Querida, vim agradecer e retribuir a visita.
    Gostei muito do seu comentário.

    Só haverá possibilidade de um coração perdoador, se nele o Espírito Santo fizer morada.


    Deixo o convite para visitar e comentar num blog que tenho acessado semanalmente, o qual contém mensagens abençoadoras, apesar de algumas delas serem consideradas polêmicas, porém ricas de entendimento:
    http://discipulodecristo7.blogspot.com/

    Em Cristo,

    ***Lucy***

    ResponderExcluir
  6. Excelente postagem sobre a mágoa que fere quem a sente e que não é fácil combater.Só encontrei onde comentar aqui no final.Bjs no coração.

    ResponderExcluir
  7. Esqueci este detalhe:Passando para conhecer e seguir as amigas do Blogueiras Unidas que também participo!!Bjsss
    http://rumoslibertadores.blogspot.com – 494

    http://zildasantiago.blogspot.com - 493
    http:carinhossorteiosetcetal.blogspot.com - 955

    ResponderExcluir
  8. Oiee...vim conhecer seu cantinhoo...muito boa as postagens..esse então...adorei...já estou te seguindo...lhe convido a conhecer meu blog de artesanatos...será bem vinda..Bjs!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Lu,vim conhecer seu cantinho e amei o que vi por aqui..Já sou sua fiel seguidora...
    Essa mensagem é muito bacana...
    Parabéns!!!
    Beijo grande,sucesso!!Claudinha.
    http://sonhofantasiarp.blogspot.com
    http://asestrelinhascoloridas.blogspot.com
    http://pipocascoloridasrp.blogspot.com
    http://gelatinadecristalrp.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...