Enfermagem em Crise

Setor de enfermagem atravessa grave crise. Conselho alerta para falhas na formação dos profissionais e aumento do número de erros fatais. Familiares choram vítimas da negligência.

A criança estava quase boa e a família já via como certa a alta dali a poucas horas. Aquela, acreditavam, seria a última medicação. Assim que tomou a injeção, porém, o bebê "roxeou e começou a virar os olhos", nas palavras da mãe. Em desespero, ela pediu socorro, mas já era tarde. Um erro irremediável havia acontecido. E toda aquela família nunca mais seria a mesma.

A história acima, salvo algumas diferenças, possui os mesmos ingredientes de outra situação que muito recentemente e chocou e comoveu o País: Roseana Mércia dos Santos viu em Dezembro do ano passado  a filha Stephanie Teixeira, de 12 anos, morrer por ter recebido de uma auxiliar de enfermagem vaselina na corrente sanguínea, em vez de ser hidratada com soro. Já o caso que abre esta reportagem aconteceu em 1989 em um dos melhores hospitais privados de ribeirão Preto, cidade do interior Paulista, com Anderson Sant' Ana da Silva, e mostra que erros do setor de enfermagem não são exceção nem novidade.

Na época, Anderson era apenas um bebê de 9 meses, em função do erro de uma técnica em enfermagem, recebeu um medicamento diluído em  cloreto de potássio em vez de água destilada, o que provocou uma parada cardiorrespiratória. O bebê ficou minutos sem oxigenação no cérebro e sofreu uma lesão grave. Felizmente, escapou com vida, apesar de ter tido seu desenvolvimento intelectual e motor prejudicado. Hoje o rapaz de 22 anos que se comporta como um garoto de 8 anos. Sua mãe cuida sozinha dele e desde o episódio não pode trabalhar. "Minha vida acabou naquele dia, desde então vivo em função da vida de Anderson", afirma Ivanira, de 45 anos.

Roseana Mércia dos Santos também não consegue trabalhar desde que a filha Stephanie morreu. A menina havia sido levada ao hospital público porque estava com diarreia leve. A orientação médica era que ela fosse hidratada com dois frascos de soro. O segundo frasco, no entanto, continha vaselina. "Eu tento retomar minha vida, mas parece que não sai da minha cabeça a minha filha pedindo: mãe, não me deixa morrer".

Ivanira não teve mais filhos, mas sempre que precisa levar Anderson a uma consulta sente medo de que algo errado aconteça. Já Roseane, mãe de outras duas meninas diz que já chegou a proibir queixas de mal estar dentro de casa. "Isso me lembra muito a Stephanie. Um dia tive que levar uma amiga que se acidentou aqui em casa ao hospital e não consegui descer do carro. Quando cheguei lá travei completamente e tive de ser medicada", conta a mulher, que, coincidentemente, é filha de enfermeira. "Penso que se minha mãe fizesse uma dessas, ele e eu, por ser filha dela, estaríamos sendo julgadas por todo mundo. eu sei que podia acontecer. Mas, acho que minha mãe não faria, que seria atenciosa como a enfermeira que atendeu a Stephanie não foi".

Setor em Crise:
Ambos os casos citados aconteceram em São Paulo, o estado mais rico da federação Segundo o Conselho Regional Enfermagem local (Coren/SP), entre 2005 e 2010 foram notificados 980 erros envolvendo enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. Não existe um levantamento nacional, mas o Conselho Federal (Cofen) diz que os erros acontecem em todo o País e estão aumentado. "Os erros ainda são casos isolados. São poucos se pensarmos que existem hoje de 1,5 milhão de profissionais em atuação no País. Mas nos últimos 5 anos os erros se tornaram mais frequentes", afirma Manoel Carlos da Silva, presidente do Cofen.

Segundo o representante da entidade que regulamento a atividade, entre as razões para esse aumento estão a falta de qualidade nos cursos técnicos e de graduação e a falta de vaporização do profissional de enfermagem. "É uma mão de obra valorizada apenas no discurso, apesar de ser dos sustentáculos de qualquer sistema de saúde. Nenhum hospital funciona sem o médico e o profissional de enfermagem. É o que trabalha mais e ganha menos", resume Silva. Em São Paulo, há profissionais de enfermagem trabalhando até R$800 por mês.

Porto justifica o aumento no interesse pela área de enfermagem em função da alta empregabilidade, apesar de baixos salários. "Nenhuma máquina supera o ser humano, por isso é muito difícil que o enfermeiro fique desempregado o que cria interesse pela profissão.

Mesmo assim o País ainda carece de enfermeiros, ou seja, profissionais graduados. "A Organização Mundial de Saúde recomenda 10 enfermeiros para cada mil habitantes. No Brasil temos 0,8 enfermeiros para essa mesma população", aponta Silva. Em alguns estados, a situação é crítica. Em Rondônia, por exemplo, os profissionais de enfermagem têm cogitado entrar em greve em função de baixos salários e precariedade do ambiente de trabalho. "Tem tanta gente pelos corredores, pelo chão que é preciso tomar muito cuidado para que não aconteçam erros", aponta o presidente do sindicato Ângelo Florindo.

Segundo Florindo, no hospital de base de Porto Velho há cinco profissionais para cuidar de 200 pessoas e na maternidade da mesma instituição a proporção é de um profissional para cada 12 bebês. O trabalho se intensificou ainda mais desde que duas usinas hidrelétricas começaram a ser construídas no estado e atraíram milhares de pessoas. "Quem vem para trabalhar tem plano de saúde. Mas os familiares são atendidos no hospital público, então faltam recursos humanos. Além disso, há muitos enfermeiros afastados por licença médica com problemas na coluna porque têm que atender os pacientes de cócoras. É uma falta de respeito total pelo trabalhador e pelo paciente.

Diferenças de cada Profissional:
Auxiliar de Enfermagem:
-Curso técnico (Ensino Médio) com carga horária total de 1.110 horas, incluindo 700 horas de estágio supervisionado.
Observa, reconhece e descreve sinais e sintomas; executa ações de tratamento simples; e presta cuidados de higiene e conforto ao paciente.

Técnico de Enfermagem:
-Curso técnico (Ensino Médio) com carga horária total de 1800 horas, incluindo 600 horas de estágio supervisionado.
Participa da equipe e, sob orientação de enfermeiros, além dos cuidados com o paciente, pode aplicar medicamentos.

Enfermeiros:
Curso universitário (Ensino Superior) com carga horária total de 4 mil horas, até 5 anos de curso, incluindo atividades complementares e estágio supervisionado.
Cuida de pacientes com risco de morte; auxilia em partos, realiza procedimentos pré e pós parto, toma decisões até a chegada do médico e aplica anestesia local, quando necessária; chefia a equipe de enfermagem.
Fonte: Conselho regional de Enfermagem de São Paulo

A Lei nº 7498/86 deveria regulamentar as diferentes atribuições responsabilidades entre auxiliares, técnicos em enfermagem e enfermeiros, no entanto o texto vago deixa brechas. O artigo 13 dos auxiliares por exemplo, diz que eles podem "executar ações de tratamento simples", mas não define o que são elas. "O invasivos, como ministrar medicação intravenosa. Mas é apenas uma recomendação que pode não ser seguida", diz Maria Angélica Guglielme, do Coren/SP
Fonte da Folha Universal
19/06/2011
Texto de Gisele Brito

Quando um enfermeiro sai de casa para o trabalho no hospital, ele não sai com a intenção de matar uma pessoa, não, quando um enfermeiro comete um erro infelizmente foi uma fatalidade, não devemos julgar todos os enfermeiros, porque um cometeu um erro. Quando o enfermeiro escolhe essa profissão é porque ele gosta dessa profissão, eles estudam muito, trabalha várias horas por dia, faz plantão e os salários são baixo, as vezes eles tem que trabalhar de forma incorreta, como foi dito na matéria  em cima, que em alguns casos os enfermeiro trabalham de cócoras atendendo os pacientes, eles sentem dores nas costas e acabam pedindo licença médica, quando vamos ao hospital a primeira pessoa que atende você é o enfermeiro antes dos médicos, se você não confiar nele em quem você vai confiar, temos que pedir a Deus para abençoar eles.
Um amigo do Fecebook Cácio Silveira ele é enfermeiro ele diz:
"Ser enfermeiro significa ter imensa responsabilidade com pouca autoridade. Você entra na vida das pessoas e faz diferença. Alguns te abençoam, outros te odeiam. Você vê as pessoas o seu pior e melhor momento você vê a vida começar, terminar e tudo que acontece no meio. Você presencia a capacidade das pessoas para o amor, coragem e resistência."

Compartilhe esse post com seus amigos

28 comentários:

  1. Fiz uma cirugia há tempos atras, e a Auxiliar de serviços médicos trocou o soro deixando uma bolha de ar enorme no tubo; questionada, disse que não fazia mal e não tinha nenhuma importância; notei que era puro desconhecimento, ela não recebeu nenhum treinamento e pasmem, era uma clínica particular na zona sul (área nobre) do Rio de Janeiro. Assim que ela virou as costas eu desconectei o tubo com muita dificuldade usando apenas uma mão, tirei o ar e conectei de novo.
    Agora imagine uma veia (daquelas fininhas e delicadas) explodindo dentro do meu cérebro por causa de uma bolha de ar; morte certa imagino eu! Não tenho maiores conhecimentos, mas sei que ar dentro de nossas artérias e veias não pode de forma alguma.
    No meu entender, as clínicas e hospitais são os responsáveis, visto que admitem pessoas despreparadas simplesmente por nepotismo; alem do mais na hora de se admitir alguem se faz necessário que o candidato apresente provas de sua qualificação, se não estão exigindo isto então são criminosos, assassinos.
    Que Deus tenha piedade de nós!
    Nely

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente a enfermagem está pessíma, vamos para os hospitais para se curar e saimos quase mortos ou mortos por causo do despreparo de alguns enfermeros, claro que não devemos julgar todos é uma pequena parte, ótimo matéria, beijos Lucimar.
    Amanda do twitter.

    ResponderExcluir
  3. Meus parabéns! Gostei muito do seu blog. Que o Senhor Jesus Cristo te abençoe, abundantemente.

    Visite o meu blog e me adicione ao seu. Vamos fazer uma parceria. Aguardo sua confirmação.

    Acesse: http://iijesuseocaminho.blogspot.com

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Olá amiga
    Passando para desejar
    um bom domingo
    E um otimo começo de semana
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Lucimar, Paz do Senhor seja contigo para sempre. Querida coloquei o seu link no meu blog, parceria realizada.

    Beijos e fik com DEUS.

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu...Obrigada pelo seu comentario la no meu blog, estou levando seu selinho la para meu cantinho, ok
    Beijoss e tudo de bom pra vc.

    ResponderExcluir
  7. oi lucimar ja estou te seguindo tb bjsssss

    ResponderExcluir
  8. Tenho sido abençoada com sua presença em minha vida
    com seu carinho no meu blog.
    Hoje venho desejar uma semana abençoada
    e deixar meu eterno agradecimento.
    Nunca esqueça leio sua postagem e trago comigo no
    meu coração.
    Hoje ñ estou conseguindo digitar.
    EU vou continuar te seguindo e te amando sempre.
    Aceite meu beijo no coração e meu carinho
    na sua alma.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  9. Nossa a gente lendo essas coisas dói tanto
    e cada dia tem ,uma pior que a outra.
    Tenho pena dessas família,que passam por isso
    A gente fica sem palavras,que Deus tenha
    a misericórdia e de sabedoria ,assim
    não acontece mais ..
    Abraços com carinho!!!!

    ResponderExcluir
  10. è realmente , mas em todas as profissoes há que se ter muita responsabilidade...e muitas hoje em dia estao em crise, obg por botar meu banner aqui, vou botar se link lá também..


    muito obrigado pela sua visita , é uma honra ter você por lá, acredite ! confira novidades em www.spiderwebs.tk

    ResponderExcluir
  11. Olá minha querida.. parceria feita ja estou levando também o seu link... beijinhos querida.. ham como vc post.. cuidar de vidas é uma grande responsabilidade.. e hoje em dia está um caos a saúde eos erros médicos que tem destruidos famílias com suas irresponsabilidades e descuidos por parte de alguns funcionários .. mas nós sabemos quem está por detras de tudo isso..

    ResponderExcluir
  12. Ola...adorei seus trabalhos obrigada pela visita e por ser minha seguidora ja estou te seguindo
    http://juliana-artesanatosjuju.blogspot.com
    bjos

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. esse post e intreressante e chocante... so n consegui terminar de ler por causa do contraste q doi a vista... ja estou seguindo bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi, legal você ter encontrado meu blog, espero que tenha gostado.
    É muito sério isso, estão formando enfermeiros de todo jeito. :S

    www.belamenina.net

    ResponderExcluir
  16. Olá,Lucimar!

    Vim agradecer sua visita em meus blogs e agradecer principalmente suas palavras de carinho. Obrigada de coração!
    Já estou te seguindo! Bjos.

    Débora

    http://meninoemeninapequeninos.blogspot.com
    http://bdangoartesanato.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. não só a enfermagem
    como tudo em geral medicina advogacia
    e por ai vai são pessoas se formando de qualquer maneira
    aff.
    boa tarde bjs

    ResponderExcluir
  18. olá lucimar vim retribuir sua visita, e agradecer por vc me seguir e tbm irei te seguir..obrigado

    ResponderExcluir
  19. Olá, seja bem-vinda ao meu blog de poesias. Adorei seu blog, parabéns! Estou seguindo... bjinhoss XD

    ResponderExcluir
  20. Em toda profissão há os bons e os maus profissionais.No caso da enfermagem é mais grave,porque são vidas que estão em jogo.Tem que se ter muita responsabilidade e profissionalismo.O que tem de cursos por aí que forma pessoas despreparadas para o ofício,se perde ao contar..
    Beijão,Lu!Dani.

    ResponderExcluir
  21. Oi Lucimar demorei mas chegei, já levei seu link pra minha página de parceiros. Volte sempre. Bjokitas *Ü*

    ResponderExcluir
  22. Quando se lida com a vida a responsabilidade dever ser dobrada...

    Saudações

    ResponderExcluir
  23. lidar com a vida não e brincadeira não...beijokas

    http://www.estilopropriobysir.com/2012/02/carnaval-e-so-alegria.html

    ResponderExcluir
  24. Nada nessa vida se perde, nada é o acaso,
    mesmo que sementes de fé e amor sejam jogadas em solo árido como o do deserto,
    na hora propícia o vento as levará para terra fértil,
    em algum oásis irão brotar, como João Batista,
    que pregou no deserto, mas suas palavras foram para oásis seguros,
    apenas aqueles que além de áridos também estavam impregnados pelas ervas daninhas
    que sufocaram as suas sementes e usaram de seu poder para calar a sua voz.
    Por isto acredito que sempre valerá a pena, a luta nunca será em vão.
    Luconi...
    Deus abençoe seu carinho comigo
    Um lindo final de semana beijos e carinhos meus.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  25. Lamentável tudo isto, não é só no curso de enfermagem não, esses dias vi a venda de diplomas de medicina fiquei passada, um médico que mutilou mais de 40 mulheres se dizendo cirurgião clinicava, e havia comprado o diploma, trabalhava no hospital e tudo, ninguém tinha fiscalizado nada isto é uma vergonha, e quem paga somos nós que ficamos vulneráveis a tudo isso.

    ResponderExcluir
  26. Olá, tem um presentinho para você no meu blog, passa lá para pegar:
    http://agape-amorverdadeiro.blogspot.com/2012/02/presente-carinhoso.html

    bjos

    ResponderExcluir
  27. Oi querida, faço parte do achei blog, passando p conhecer seu cantinho, amei tudo por aki, qta coisa boa de ver, já estou te seguindo, dá uma passadinha no meu será um prazer receber sua visitinha, bjs
    acaridadenuncafalha.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...